Marinha gastou R$ 1,1 milhão com medalhas

A- A A+

Dados divulgados pelo site Fiquem Sabendo dão conta de que a Marinha do Brasil gastou R$ 1,1 milhão somente durante os anos de 2019 e 2020, anos em que já vigorava a gestão de Jair Bolsonaro, com a produção de medalhas de condecoração. Os dados foram coletados diretamente do Comando da Marinha via Lei de Acesso à Informação.

Ao todo foram gastos R$ 1,1 milhão para a produção de nove tipos de medalhas. Em 2019 as “honrarias” deram o prejuízo de R$ 616,4 mil para os cofres públicos, e em 2020, ano de pandemia de coronavírus, o valor gasto foi de R$ 505,2 mil, cerca de meio milhão de reais, sendo as condecorações o maior gasto de recursos financeiros da Marinha durante esses dois anos.

Um fato dantesco são as personalidades condecoradas durante esse período: alguns dos homenageados como “grandes prestadores de serviço a nação” são Flávio Bolsonaro, Abraham Weintraub, Augusto Aras, Onyx Lorenzoni, Sérgio Moro, Paulo Guedes, Ricardo Salles, Osmar Terra e outros sanguessugas. Vale reforçar que a decisão dessas condecorações é tomada pelo próprio presidente.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza