Sudão: Massas rechaçam ONU e impõem resistência a golpe militar

Desde outubro de 2021, as massas sudanesas têm intensificado sua incansável rebelião contra a crise econômica, o golpe militar liderado por Abdel Fattah al-Burhan, general do exército do país, e as tentativas da Organização das Nações Unidas (ONU) de intervir no país. Em fúria contra a crise geral, as massas destruíram prédios governamentais, confiscaram mercados, bloquearam rodovias e acamparam em frente a quartéis-generais.

Mohamed Nureldin Abdallah/Reuters

Massas protestam no Sudão

Milhares de sudaneses realizaram protestos em diversas cidades. No dia 21 de maio, milhares ocuparam as ruas de Khartoum, capital do país, contra o regime militar de Abdel al-Burhan. Já no dia 1° de junho, centenas de massas protestaram em frente a uma sede da ONU, em Khartoum, contra a intervenção da organização na crise política do país por meio da Missão de Assistência à Transição Integrada das Nações Unidas no Sudão.

O golpe deflagrado pelo ultrarreacionário Abdel, apoiado pelo imperialismo ianque, faz parte de uma pugna entre diferentes frações das classes dominantes expressa no exército reacionário sudanês, apoiadas por diferentes potências e superpotências imperialistas. O golpe foi ainda uma tentativa de dar fim às rebeliões populares, que se sucediam desde 2019 contra o antigo regime militar que imperou no país por 30 anos, sob mando do general Omar al-Bashir, e contra o sistema de opressão e exploração que perdura contra as massas populares.

Desde que assumiu, Abdel serviu para aprofundar a relação de dependência e a crise no país, contraindo dívidas com o imperialismo ianque e francês, assim como para reprimir brutalmente as massas, como no Massacre de Khartoum, de 2019, onde o exército sudanês estuprou, espancou e assassinou ao menos 128 sudaneses.

Leia a matéria completa aqui.

 

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin