Favela Bela Volpi - SP: Protesto contra repressão policial

Uma onda de protestos populares marca as grandes cidades, principalmente São Paulo, onde moradores de favelas e usuários do transporte coletivo urbano que, com razão, protagonizaram dois levantes que sacudiram regiões da cidade.

Moradores da favela Bela Volpi protestaram contra a repressão policial, em 18 de fevereiro, uma segunda-feira, fecharam por duas vezes a pista local da Marginal Tietê, zona norte de São Paulo. A primeira ocorreu no sentido Ayrton Senna/Castello Branco, junto à Avenida Tenente Amaro Felicíssimo da Silveira, região da Vila Maria. Os manifestantes atearam fogo em pneus, para fazer o bloqueio da pista local que durou cerca de uma hora. Com a chegada da Tropa de Choque, começou um confronto entre policiais e manifestantes. Ninguém soube informar o número de envolvidos e nem se houve ou não feridos. A segunda interdição se deu na Avenida Tenente Amaro, próximo ao local anterior, mantendo-se até aproximadamente 22 horas.

Em busca de mais informações sobre o acontecimento, na favela Bela Volpi, a reportagem do AND se deparou com a desconfiança dos moradores, que evitam dar informações a desconhecidos, o que é uma forma de defesa perfeitamente compreensível.

Próximo a Bela Volpi existem outras favelas e a situação se repete. É o mundo do proletariado mais empobrecido e oprimido, com regras próprias. Em meio à repressão policial e ao tráfico local, a lei do silêncio fala mais alto. Mas haverá mais protestos. É questão de tempo. E chegará a hora de deixarem de ser oprimidos...

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin