Campanha de finanças

A- A A+
Pin It

Em julho fomos convidados a palestrar em uma reunião na Associação dos Pensionistas da Rede Ferroviária Federal, em Macaé, região norte fluminense. Cerca de 20 pessoas ouviram atentamente o informe do Sr. Waldir Tavares sobre o andamento dos processos de pensão e, em seguida, assistiram à colocação sobre a linha editorial do jornal A Nova Democracia, a situação política nacional e internacional e alguns comentários sobre a perseguição aos movimentos populares em geral e camponês, em particular. Seguiu-se um debate no qual foram manifestadas opiniões de quase todos os presentes.

Findo o debate, o Sr. Waldir me estendeu uma folha dobrada e pediu que eu lesse em voz alta o que ali estava registrado. Ao desdobrá-la, constatei uma lista resultante de uma campanha de finanças realizada pelo comitê de apoio e divulgação de A Nova Democracia. Emocionado, revelei a todos que ali havia a quantia de R$ 680,00, em dinheiro e cheques anexados à lista.

Depois soube que o Comitê de Macaé se organizou com uma estrutura simples, mas bem definida, sendo designados secretários, tesoureiro e outras funções. Os jornais são estudados em reuniões periódicas e os membros do comitê se responsabilizam pela venda de cotas de 5 jornais para cada companheiro.

Macaé sempre foi uma cidade operária, tendo grande tradição no movimento comunista brasileiro, revelando grandes lideranças populares e realizando grandes greves e lutas políticas. Era tradição também que os operários sustentassem seu Partido e sua imprensa através de campanhas de finanças como a que nos celebrou o comitê de Macaé.

Essa campanha realizada pelos companheiros de Macaé revela muitas coisas. A mais importante talvez seja que sustentar a imprensa popular e democrática é uma tarefa perfeitamente exequível e que para isso seus apoiadores podem recorrer a várias formas de arrecadação de fundos, sendo preciso, no entanto, que sejamos ousados e não nos amedrontemos com as dificuldades.

Reunida na redação de A Nova Democracia, toda a equipe se regozijou com a notícia e decidiu, por unanimidade, que o dinheiro fosse empregado em algum bem durável, como símbolo dessa bem sucedida e importantíssima experiência. E já se encontra na redação do jornal uma boa máquina fotográfica digital, devidamente chamada de "Comitê de Macaé".

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja