Mensageiros de um Brasil sem latifúndio

http://www.anovademocracia.com.br/51/12b.jpg
A LCP propagandeou a luta por um Programa Agrário revolucionário

No final do mês de janeiro último, os moradores do município de Lagoa dos Gatos e vilarejos vizinhos no interior do estado de Pernambuco foram apresentados à Revolução Agrária.

Um grupo de 70 camponeses organizados pela Liga dos Camponeses Pobres partiu da área próxima ao município munido de bandeiras vermelhas e faixas, percorrendo as ruas da cidade, levando notícias do acampamento e propagandeando a necessidade de uma transformação radical no campo em nosso país, com a aplicação de um Programa Agrário revolucionário.

Na retaguarda, camponeses em motocicletas anunciavam com salvas de fogos de artifício, na entrada de cada vilarejo, a chegada dos camponeses pobres em luta.

A manifestação dirigiu-se até o Fórum da cidade, onde foi exigida a libertação do ativista camponês Fábio Paraíso da Luz, preso injustamente desde julho passado. Os camponeses declararam que não descansarão enquanto o Fábio não for solto. Todos gritaram indignados: "Liberdade já, para o nosso companheiro!".  Uma carta exigindo a libertação de Fábio foi protocolada.

Por onde passou, o cortejo vermelho despertou a atenção de centenas de camponeses pobres sem terra ou com pouca terra e pequenos comerciantes. Em frente a cada conjunto de casas, famílias inteiras saíam para assistir a manifestação e recebiam os panfletos, que explicavam a luta proposta pela LCP e a necessidade de unir todos os trabalhadores da terra para destruir o latifúndio. Os presentes faziam uso da palavra, cantavam canções da luta e gritavam as palavras de ordem com muita animação e convicção.

O comunicado da Liga dos Camponeses Pobres sobre este verdadeiro comício revolucionário, completamente às avessas das fanfarronices eleitoreiras, celebrou a união das massas trabalhadoras do campo com sua organização combativa de luta: "A manifestação da Revolução Agrária semeou esperanças de uma nova vida e uma nova sociedade, sem latifúndio, sem miséria, sem exploração. Revigorou o ânimo e disposição para a luta dos que dele participaram, e sem dúvida, fez tremer o latifúndio da região!".

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro