Camponeses são expulsos do Alto da Paz

O município de Araguatins fica na porção ocidental do estado do Tocantins, reconhecido como estado da federação em outubro de 1988, há pouco menos de 21 anos. No entanto a região é palco de conflitos agrários há décadas. Em menos de cinco anos, apenas na localidade onde se concentra o latifúndio Santo Hilário, foram feitas três denúncias graves: uma de trabalho escravo e duas ações violentas de bandos de pistoleiros a mando do latifúndio que aterrorizaram as famílias camponesas. A mais recente no dia 2 de abril.

http://www.anovademocracia.com.br/52/11c.jpg
Casa de farinha destruída, mandioca jogada fora e mobília destruída durante o despejo

Em agosto de 2004 o Grupo Móvel de Fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego descobriu um cativeiro no latifúndio Santo Hilário com 13 pessoas de uma mesma família vivendo em condições degradantes e seis trabalhadores em condições de escravidão. Três anos depois, em agosto de 2007, o latifúndio Santo Hilário foi palco de um enfrentamento entre camponeses e bandos de pistoleiros e policiais militares que culminou com o assassinato do camponês José Reis, de 25 anos.

Recentemente, no último 2 de abril, o acampamento Alto da Paz, localizado ao lado da fazenda Santo Hilário, foi alvo de uma nova ação de bandos de pistoleiros. Os camponeses denunciaram que, por volta das 12h, três pistoleiros atiraram cinco vezes do interior de um veículo contra o acampamento. Um camponês foi atingido no braço.

No dia seguinte, uma ação de reintegração de posse despejou as 100 famílias que se retiraram para as margens da Fazenda Santo Hilário. As famílias ocupavam e cultivavam aquelas terras há seis anos. Constituíram suas famílias, casas, roças e uma casa de farinha.

Mesmo produzindo e vivendo há tanto tempo naquelas terras, o Incra e o Estado tergiversam e não dão a posse da terra aos camponeses. Eis a "reforma agrária" da gerência Luiz Inácio. A repetição da velha história que vemos tantas vezes em várias regiões do país nas áreas coordenadas pelas direções governistas e oportunistas do movimento camponês atrelado ao MST e PT: acampamentos eternos e camponeses sem a posse efetiva da terra, sem o poder de decidir e governar em suas áreas.

Essa foi a terceira ação de despejo sofrida pelos acampados, que segundo as últimas informações, foram deslocadas e improvisadas no pátio da sede do Incra, em Araguatins.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin