MST expulsa, novamente, famílias da Mitacoré

Denunciamos a covarde ação do INCRA do Paraná, que com uma liminar da justiça federal e com a Polícia Federal, retirou na quarta-feira (12/08/09) as seis famílias camponesas que reocuparam seus lotes (junho 2009) no Assentamento Antônio Companheiro Tavares (antiga Fazenda Mitacoré), dos quais haviam sido violentamente expulsos em 2007 por decisão da direção do MST do Paraná, comandada pelo assessor do governador Roberto Requião, Sr. Roberto Baggio.

As famílias haviam sido retiradas à força de seus lotes em 2007, sob a mira de armas, após terem denunciado no Ministério Público o desvio das verbas por parte da coordenação local do MST, das verbas destinadas à construção de suas casas.

Desde então estas famílias vem sendo perseguidas, atacadas e caluniadas pela direção local do MST, como inclusive já denunciamos anteriormente e A Nova Democracia foi o único jornal de circulação nacional que publicou.

Estas famílias que uma vez mais foram atacadas pela direção do MST, vergonhosamente escondido atrás do INCRA, da Polícia Federal e da Justiça Federal, vão continuar lutando por seus direitos!

Estas poucas famílias, que corajosamente ousaram desafiar a mentira, a injustiça e a covardia, são a verdadeira voz dos pequenos agricultores assentados pela "reforma agrária" no Paraná, oprimidos diariamente pela direção do MST, que se vale do INCRA, da polícia do Sr. Requião e de uma série de dirigentes corruptos e degenerados para calar, sufocar e reprimir covardemente o povo, que vive mal e não pode falar nada porque seus "dirigentes" estão "no governo".

O que o MST fez, acusando os camponeses de traficantes de drogas, repete a já tão denunciada, pelo movimento popular e democratas verdadeiros, onda de criminalização das organizações do povo que lutam por seus direitos.

A luta das famílias da Mitacoré é uma luta por justiça e democracia!

E vai continuar! Podem acreditar! Vocês do jornal e seus leitores!

Contamos com o apoio dos companheiros.

COMITÊ DE APOIO À LUTA DOS CAMPONESES DE MITACORÉ

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro