Hillary e Obama rosnam para a América Latina e o mundo

Falando em uma universidade ianque ao lado do secretário de Defesa de Bush e Obama, Robert Gates, e mais especificamente respondendo à pergunta de um estudante brasileiro que estava na platéia, a secretária de Estado do USA, Hillary Clinton, deixou claro que o mote para futuras ingerências ianques na América Latina é mesmo, ao lado do combate ao "narcotráfico", o esquerdismo oportunista.

Disse ela: "Acho que é importante que façamos todo o possível para impedir o sequestro da democracia por parte de gente que é escolhida uma vez e depois decide que não deve haver outra eleição real, ou que apele aos golpes militares". Poucos dias depois, falando no Centro Nacional contra o Terrorismo de Mclean, no estado da Virgínia — órgão criado por Bush —, o próprio Obama não se fez de rogado: "Nós e nossos aliados estamos transmitindo uma mensagem inequívoca: perseguiremos a Al-Qaeda onde quer que se escondam", completando que as "ameaças ao USA" não vêm apenas do Afeganistão e do Paquistão, mas também de lugares de todo o mundo.

É, de fat,o inequívoco: a desculpa para as ocupações imperialistas no Oriente Médio e na Ásia Central está formalmente alargada para justificar agressões nos quatro cantos do planeta. Antes mesmo desta espécie de "anúncio oficial", o USA já vinha utilizando este argumento para intervir na África, sobretudo na Somália, a fim de mitigar levantes populares.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin