Lutas de libertação nacional

A- A A+

Afeganistão

Resistência ataca a principal base  ianque no Sul do Afeganistão

19-a.jpg (550×309)
Camponeses afegãos protestam contra o assassinato de três civis

No dia 3 de agosto, guerrilheiros da resistência afegã atacaram a base aérea de Kandahar, ferindo um soldado e dois civis.

Após este ataque, houve um enfrentamento de mais de uma hora de duração entre a resistência e os invasores ianques.

Zalmai Ayobi, porta-voz do governo títere de Kandahar, foi obrigado a reconhecer que este ato heroico da resistência foi empreendido audaciosamente por apenas seis guerrilheiros.

Esta base de Kandahar funciona como aeroporto militar e se localiza na periferia de Kandahar, a terceira maior cidade do país. Em 22 de maio e 4 de junho últimos esta mesma base foi alvo de disparos de foguetes da resistência.

Camponeses afegãos protestam contra invasão 

No dia 12 de agosto centenas de camponeses afegãos bloquearam  uma estrada no leste do país em protesto contra o assassinato de três civis durante uma operação das forças invasoras comandadas pelo exército ianque.

Mais de 300 pessoas se reuniram no mercado de Sayed Abad, na província de Wardak, e tomaram as ruas gritando "morte ao USA, fora ianques!".

Resistência bombardeia invasores

Ataques a bomba realizados pela resistência mataram pelo menos seis policiais e três militares ianques no último dia 17 de agosto no distrito de Shindand, na província de Herat, oeste do Afeganistão.

Os três soldados ianques morreram em duas explosões e os seis policiais afegãos foram envenenados e baleados em Kandahar.

Iraque

Ataque à base de recrutamento ianque em Bagdá

Um contundente ataque da resistência iraquiana deixou pelo menos 57 recrutas e soldados mortos e 123 feridos em 17 de agosto último. Esta base de recrutamento de mercenários iraquianos fica próxima à praça de Maidan, no centro de Bagdá. 

Caxemira

A Caxemira pertence aos caxemires!

19-b.jpg (550×287)
Caxemires protestam após o assassinato de quatro pessoas pela repressão

No último dia 13 de agosto, dezenas de milhares de pessoas foram às ruas da Caxemira para protestar contra a interferência e agressão militar do Estado fascista da Índia, que ocupa a região desde 1949.

A população se revoltou após as forças de repressão do Estado indiano terem disparado e matado quatro pessoas e ferido 31.

19-c.jpg (350×350)
Policial se protege das massas

Em Bombai, cidade localizada ao noroeste da capital Srinagar, paramilitares abriram fogo contra a população enfurecida que atacava polícia indiana com pedras.

Ao menos 57 pessoas já morreram nos últimos dois meses em violentos protestos entre as tropas intervencionistas indianas e grupos que defendem a independência completa da Caxemira.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja