O amargo chá do imperialismo

A- A A+

Na sua disparada irrefreável para o fundo do poço, o atual governo ianque está conseguindo ao mesmo tempo irritar e contrariar a opinião pública do seu país, adotando as medidas que a "esquerda" dos democratas considera reacionárias, e que a direita declarada acha que está conduzindo "ao socialismo", o que, para eles, é um fantasma apavorante.

73/15a.jpg
Durante mobilização o cartaz anuncia: revolta contra o socialismo

Barack Obama pisa em ovos na questão dos imigrantes, desagradando tanto às colônias de trabalhadores estrangeiros quanto os setores mais reacionários, que almejam a total criminalização da imigração para o USA. A promessa da universalização do acesso à saúde foi a senha da direita mais empedernida acusar Obama de socialista, mesmo com todo o arranjo que beneficia as empresas de saúde.

Mas o que mais perturba os ianques saudosos da Guerra Fria é a incapacidade (que eles também teriam) de tirar o país da crise profunda na qual se vê mergulhado, mesmo com o incremento nas guerras de agressão e as fábricas de armamentos funcionando a todo vapor.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja