Luta pela Terra

A- A A+

Pernambuco

Camponeses decidem pela tomada das terras e pelo Corte Popular

David Capistrano  

76/09a.jpg
76/09b.jpg
76/09c.jpg
Estrada de acesso à Usina Catende é interditada
pelos camponeses que não se intimidaram com
o 'gerente' que o latifúndio mandou

Na noite do dia 13 de Janeiro, em vibrante assembleia popular no Engenho Pau D'olho, no município de Catende, Zona da Mata Sul Pernambucana, em conjunto, a Associação de Moradores e Trabalhadores do engenho Pau D'olho e a Liga dos Camponeses Pobres de Pernambuco tomaram três decisões unânimes e fundamentais: 1) selar a união das duas organizações; 2)  moer a cana por conta própria, seguindo o exemplo dos engenhos Santa Luzia e Ousadia, que após longos 15 anos sofrendo a ininterrupta e implacável exploração dos "novos usineiros" e capatazes "socialistas" da cooperativa Harmonia, MST, FETAPE e de seus satélites sindicais vêm trilhando o caminho do movimento camponês combativo; e 3) tomar a terra e realizar o corte popular.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza