Militarização chega à favela da Bahia

A- A A+
Depois de militarizadas 15 favelas do Rio de Janeiro, o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora começa a ser implantado nos bairros pobres da Bahia. A nacionalização de mais esse projeto fascista dos gerenciamentos de turno do Rio foi anunciada ao longo de toda a campanha eleitoral da gerente Dilma Roussef. A primeira Base Comunitária — como será chamada a versão baiana das UPPs — será implantada no bairro Calabar, favela de Salvador cercada por bairros ricos.

Como se não bastasse o regime de exceção, os 150 policiais que farão parte da militarização ocuparão o prédio da associação de moradores, enquanto o edifício da Base Comunitária não for construído.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza