Figuras da classe operária

A- A A+

Maio

Iara Iavelberg

77/14d.jpgDirigente da Vanguarda Popular Revolucionária – VPR e do Movimento Revolucionário 8 de Outubro.

Nascida em 7 de maio de 1944 em São Paulo. Formou-se em psicologia e foi professora universitária.

Tombou em combate no ano de 1971.

Em depoimento concedido a AND (edição nº 56 - O que ainda escondem os porões militares) Adauto Dourado de Carvalho relatou que:

— A versão que dão da morte da Iara, de que ela foi cercada em um apartamento e se suicidou é mentirosa, não foi isso que aconteceu. A Iara era uma mente brilhante, um quadro revolucionário. Ela, armada, jamais se entregaria. Ela foi enterrada como suicida. Mas quando exumaram seu corpo, descobriram que a sua cabeça estava desfigurada. Não eram marcas de tiros de um possível suicídio, mas marcas de agressões com um objeto contundente. A versão oficial é uma farsa, assim como o assassinato do Lamarca. — afirmou.

Bergson Gurjão Farias

77/14c.jpgMilitante do Partido Comunista do Brasil – PCdoB

Nasceu em 17 de maio de 1947, em Fortaleza, CE.

Morto em combate pelas forças de repressão durante a Guerrilha do Araguaia em 11 de abril de 1972. Bergson dava cobertura para a retirada dos combatentes de seu destacamento guerrilheiro quando foi alvejado.

Sua ossada foi a segunda (e última) identificada, em 6 de julho de 2009, dentre os combatentes do Araguaia até os dias de hoje.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Lincoln Bicalho Roque

Dirigente do Partido Comunista do Brasil - PCdoB

Nasceu em 25 de maio de 1945 em São José do Calçado, ES.

Formou-se em sociologia pela Faculdade Nacional e trabalhou como professor.

Foi brutalmente torturado e assassinado pelos gorilas do regime militar-fascista no ano de 1973.

João Baptista Franco Drummond

Dirigente da Ação Popular Marxista-leninista e do Partido Comunista do Brasil – PCdoB

Nasceu no dia 28 de maio de 1942, na Fazenda das Posses, em Varginha, Minas Gerais.

Preso em 16 de dezembro de 1976 após participar de uma reunião do Comitê Central do PCdoB no bairro da Lapa. Drummond foi brutalmente torturado nas dependências do Doi-Codi e assassinado pelos esbirros militares.

A casa (aparelho) onde o PCdoB realizava a reunião já estava sob vigilância e cerco das forças de repressão e, à medida que os membros da direção presentes se retiravam da casa, eram seguidos e presos. Poucos conseguiram escapar do cerco. Os destacados dirigentes comunistas Pedro Pomar e Ângelo Arroio foram brutalmente assassinados no interior da casa da Lapa por uma cerrada descarga de armas de grosso calibre. Este episódio ficou conhecido como o "massacre da Lapa".

Dinalva Oliveira Teixeira (Dina)

Militante do Partido Comunista do Brasil – PcdoB

Nasceu em Argoim, município de Castro Alves, sertão da Bahia, em 16 de maio de 1945.

Formou-se em geologia pela Universidade Federal da Bahia, em 1968. Participou ativamente do movimento estudantil de Salvador nos anos de 1967/68.

Era exímia atiradora e destacada nas tarefas militares da Guerrilha do Araguaia, chegando a ocupar o posto de vice-comandante do Destacamento C da guerrilha.

Foi morta em combate na Guerrilha do Araguaia no ano de 1973.


Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja