Teatro com garra e alegria

Há vinte e oito anos, esbanjando risos e despertando questionamentos no povo, o grupo de teatro de rua Alegria Alegria trabalha os aspectos da cultura popular do Nordeste, com textos que falam da luta pela terra, corrupção, escândalos políticos, exploração e tudo que oprime o povo. O grupo já percorreu praças, centros, periferias, bairros importantes e simples comunidades, como a de cortadores de cana, levando sua mensagem por várias cidades brasileiras e até para o exterior, não se furtando de ir ao encontro do povo.

77/13c.jpg
O Auto do Caldeirão conta a história do massacre de Santa Cruz do Deserto

O Alegria Alegria nasceu quando um grupo de atores de Natal, RN, resolveu se juntar e chegar mais próximo do povo, através de um grupo de teatro de rua.

— Saindo das amarras da ditadura, o espaço rua veio naturalmente como o anseio de uma liberdade sonhada. Um voo rumo ao infinito, a vontade de mudar as coisas, de chegar perto do povo falando não somente da nossa felicidade de estar ali, mas, alertando para a possibilidade de mudança, de uma sociedade melhor — conta Grimário Farias, um dos fundadores e líder do grupo que tem dez atores.

— Nossa inspiração e aprendizagem vieram dos mestres da cultura popular, a alegria do Boi Calemba, suas danças e música.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro