O esporte pode tudo

A- A A+

77/04b.jpgHá muito esta problemática me acompanha. O esporte pode tudo, mesmo? Acho que há mais de dez anos já discutia o tema com meus alunos e orientandos. O processo de desideologização que o mundo moderno (pós) vem passando não deixou de contaminar a historiografia atual, aí incluindo os historiadores da Educação Física e do Esporte.

Nem sequer conseguimos entender nosso próprio corpo, por intermédio do qual se manifestam as práticas esportivas. Em uma perspectiva materialista vulgar, somos aquilo que comemos. Por mais simplificada que seja esta imagem do ser humano, ainda encontramos seus defensores, especialmente entre aqueles que querem nos vender algum tipo de alimento miraculoso. Podemos, em uma perspectiva oposta, entender o ser humano e seu corpo como produto de suas determinações, sejam elas de ordem cultural, biológica, social e, principalmente, econômica.

Estranho o estranhamento que o esporte é capaz de causar. Diz-se tudo de bom sobre ele. Afasta das drogas, é eficaz no processo de ressocialização, é prática democrática, proporciona saúde, combate à violência, reintegra deficientes físicos, e tal e coisa.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja