Portugal: economia estrangulada

A- A A+
No dia 7 de junho, o ministério das Finanças de Portugal divulgou a lista de 213 medidas ditadas pelos interventores da União Europeia e do FMI e que terão que ser cumpridas (84 delas até o final de 2011) pelo gerenciamento português "eleito" dois dias antes, no dia 5 de junho, sob pena da não-liberação do dinheiro da penhora do país: 78 bilhões de euros a título de "resgate financeiro".

Entre as requisições do FMI está, por exemplo, esta: "Durante a duração do programa, qualquer aumento do salário mínimo só terá lugar se justificado pela evolução econômica e do mercado de trabalho e após acordo no quadro da revisão do programa".

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza