Elyana Martins - A voz brasileira de Portugal

A- A A+
Fados, marchas e canções tradicionais portuguesas integram o vasto repertório da cantora paulistana Elyana Martins, que está lançando pela Movieplay o seu primeiro CD, Brasil Canta Portugal. O disco traz 15 faixas. A primeira, Ferreiro, do cancioneiro português; a última, o fado Foi Deus, de Alberto Fialho Janes, imortalizada pela diva Amália Rodrigues (1920-1999). No meio do caminho, um monte de coisas bonitas e uma, dentre outras, boa surpresa: no repertório, a cantora incluiu uma das mais belas e clássicas cantigas do pernambucano Gilvan Chaves Prece ao Vento, que já tem versões na Itália, Japão e noutros países.

Curiosidade: no começo dos anos 60 a cantora carioca, filha de nordestinos, Carmélia Alves, chamada e devidamente "coroada" de Rainha do Baião por Luiz Gonzaga na Rádio Nacional, em 1951, gravou em Lisboa, num disco de 45 rpm, a famosa música de Chaves, também autor da canção Meu País em parceria com o escritor Orlando Tejo ("Zé Limeira, o Poeta do Absurdo") e Livardo Alves, um dos compositores preferidos do menestrel paraibano Vital Farias. Detalhe: Meu País foi gravada há dois anos por Zé Ramalho, no CD Nação Nordestina, com libreto assinado por mim e ilustrações do pintor Flávio Tavares. Nada não, mas acho que vale a pena ouvi-lo...

Bom, mas antes de tudo esclareça-se o seguinte: Elyana Martins é filha de português com brasileira, daí ser plenamente justificável o seu forte e gracioso sotaque luso-brasileiro.

A presença da música portuguesa na vida de Elyana é, no mínimo, marcante, pois desde criança ela escuta pacientemente o austero, mas bom pai, Antero Martins - conhecido e respeitado professor de violão em São Paulo - interpretar temas genuinamente portugueses. Daí... Afinadíssima e dona de uma dicção invejável, Elyana logo cedo (dificilmente poderia ser diferente) mostrou inclinações para o canto, o que deixou o pai feliz e a incentivá-la mais e mais... Tanto que o resultado desse velado incentivo é o disco Brasil Canta Portugal, que traz arranjos do competente maestro Jânio Santone e co-produção de... Antero Martins, claro. Martins - diga-se de passagem - sempre que pode acompanha ao violão a filha nas apresentações que faz, Brasil e mundo afora... Entre os músicos que participam de Brasil Canta Portugal, destaque para mestre Oswaldinho do Acordeon, sempre elegante e soberbo nas suas interpretações. Destaque também para o padre Antônio Maria, que faz duo com Elyana em Foi Deus. Emocionante.

Embora só agora tenha chegado ao disco, Elyana Martins há muito, porém, é nome conhecido na chamada colônia portuguesa de São Paulo. Além de cantar, declama com a naturalidade de um beija-flor; e um dos poetas de sua predileção, outro não poderia ser, senão, o português Fernando Pessoa, nome, aliás, que dá título ao grupo de jograis que ela dirige na capital paulista.

Ativa, atuante, decidida, objetiva, direta, falante, sensível, incansável, cativante, provocante, engraçada, humanitária, solidária, guerreira, batalhadora, poeta, compositora, cantora afinada e atriz bissexta... É essa a Elyana que os portugueses e descendentes de portugueses em São Paulo e de fora de São Paulo conhecem, admiram e aplaudem. Mais: ela é tudo isso e mais e mais um pouco. Sempre afável e com um permanente sorriso estampado no rosto, Elyana Martins não esconde a vontade de fazer de Portugal um pedaço de vida cada vez mais presente no cotidiano brasileiro dos portugueses descendentes, tanto que, para isso, criou recentemente a Associação de Lusos-descendentes, em São Paulo.

Como artista, Elyana Martins esbanja talento com a naturalidade de quem sabe o que quer, e o que ela quer é levar para mais e mais longe a arte de cantar que aprendeu através das cordas chorosas do violão fadista do pai.

Com voz limpa e extensa e timbre que se diferencia do convencional, Elyana mostra que não é só fado e nem só a tristeza que o fado tradicionalmente representa. Nos ritmos populares do antigo Portugal, ela consegue encontrar a alegria de viver como Amália, que se fez cantora não por mero prazer ou pura vaidade, mas pela necessidade de cantar, como a cigarra em sol causticante. Mais: ela não desiste fácil dos projetos e propósitos que elege como meta, tanto que sua última conquista foi o espaço de TV que acaba de ocupar no canal 14, chamado Programa Luso-Brasileiro, que vai ao ar todas as quintas-feiras, entre 12:30h e 13:00h, pela Net.

Em maio, o CD Brasil Canta Portugal estará sendo lançado em Portugal, com a presença da cantora.

* Assis Ângelo é jornalista, escritor, estudioso da cultura popular e apresentador do programa São Paulo Capital Nordeste, transmitido pela Rádio Capital AM 1.040/SP.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza