Evo quer entregar peruanos

A- A A+
Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No fechamento desta edição de AND recebemos a notícia da prisão, no dia 1º de agosto, de quatro refugiados políticos peruanos que viviam na Bolívia e participavam de um grupo multidisciplinar de investigação da realidade boliviana e latino-americana.

O Centro de Estudos Populares da Bolívia se transformou em referência na Universidade Pública de El Alto, cidade na periferia de La Paz, promovendo estudos e debates com estudantes e trabalhadores das classes populares.

Em vista do aprofundamento do fascismo aplicado por Evo Morales e o MAS, o CEP passou a divulgar materiais de denúncia e crítica ao reformismo e oportunismo do governo boliviano, que faz publicidade de um certo "processo de mudança", mas na prática intensifica políticas funcionais ao capitalismo burocrático.

O último artigo do CEP publicado em seu blog http://estudioyrealidad.blogspot.com , A polícia e a delinquência do "processo de mudança", foi traduzido por AND e publicado na edição 78, de junho último. No artigo, o CEP denuncia o general René Sanabria, que trabalhava cara a cara com o ministro Sacha Llorenti. Este, que comandou a operação de prisão dos membros do CEP, é ex ativista de "direitos humanos".

Por essa razão, os participantes do CEP vem sendo perseguidos, o que culminou com a prisão de Hugo Walter Minaya, William Antonio Minaya, Blanca Riberos Alarcón e José Antonio Cantoral Benavides, refugiados peruanos, sendo que apenas um teria esse status reconhecido pelo Conselho Nacional de Refugiados.

A pós a prisão, os agentes do velho Estado boliviano anunciou que expulsará os detidos e os entregará ao governo peruano, já que eles seriam procurados pela "justiça" de lá.

Mais uma vez Evo e seus sequazes dá mostras de sua vilania. Diante da perda de apoio popular, já que a vida do povo só piorou com o "processo de câmbio", o MAS promove feroz perseguição aos opositores, sob quaisquer desculpas, e mostra mais uma semelhança com os governos oportunistas de Chávez e Rafael Correa, entregando perseguidos políticos a governos que sabidamente desejam trucidá-los.

Entidades de luta pelos direitos do povo na Bolívia já estão se mobilizando para uma campanha pela libertação dos peruanos presos.


LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja