Plano Orinoca: O macartismo do "processo de mudança"

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/81/15bolivia.jpg
Fascismo do governo Morales contra professores refugiados peruanos

Em 1º de agosto de 2011, o governo de Evo Morales na Bolívia, que se autoproclama como o "governo dos movimentos sociais", começou a escrever uma das páginas mais vergonhosas ao mostrar seu verdadeiro rosto reacionário e repressor.

Demonstrando que vive um transe de delirium tremens pela embriaguez do poder, arremeteu de forma abusiva e prepotente contra gente humilde e completamente vulnerável no território boliviano, repetindo com certa excitação a velha historieta repressiva e fascista do inimigo comunista dentro do país.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza