UPP: Prisões, assassinatos e revoltas

A- A A+

As Unidades de Polícia Pacificadora não param de receber investimentos do setor privado. Coca-cola, Souza Cruz, Firjan, Bradesco Seguros, Light, CBF e a empresa EBX do multimilionário Eike Batista, já investiram juntas aproximadamente 60 milhões de reais na militarização das favelas do Rio de Janeiro.

http://www.anovademocracia.com.br/81/07pavao.jpg
Morador do Pavão-Pavãozinho exibe as marcas da tortura que sofreu

Uma generosa contribuição das transnacionais e da grande burguesia ao regime de exceção imposto pelo Estado nessas periferias. No morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, depois do assassinato de um trabalhador por PMs da UPP, uma das testemunhas do crime foi ameaçada, presa arbitrariamente e torturada por policiais. No morro do Turano, zona Norte do Rio, um levante de moradores terminou com três policias feridos e treze moradores presos.

Muitos dizem que a propaganda é a alma do negócio. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, certamente é um dos que professam essa máxima.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja