Talento e atrevimento

A música sempre fez parte da vida dessa mineira de Itabirito, mas, por muitos anos, Mimita Malheiros teve que conter seu desejo de cantar por conta da proibição dos pais e marido. Já na dita "terceira idade", viúva pela segunda vez, Mimita teve o 'atrevimento', como define, de se lançar nas noites de Belo Horizonte, apresentando-se profissionalmente e dando canjas. Sempre bem humorada, brincalhona, com mais de 80 anos de idade, se prepara para gravar seu terceiro disco.

http://www.anovademocracia.com.br/82/13-a.jpg

— Meu nome é Maria do Carmo Malheiros Ribeiro, Mimita é um apelido que surgiu quando ainda era bem pequena. Os vizinhos me viam brincando e ficavam chamando 'Carminha, Carmita', e isso virou Mimita. Mamãe não gostava, mas não teve jeito porque colou (risos). E, Desde esse tempo, tinha o sonho de ser cantora — conta.

— Minha preferência era pelo romantismo, assim, Ângela Maria, que estava começando naquela época, Emilinha Borba, Elizinha Batista, entre outras, me inspiravam. Mas minha mãe não queria, apesar de apreciar minha voz. Até deixava que eu e meus irmãos estudássemos piano, mas virar cantores e ir para o Rio de Janeiro, isso de jeito nenhum.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin