Números atestam agonia do imperialismo

A cada mês surgem novos dados sobre o agravamento da crise geral de superprodução relativa do capitalismo monopolista. No USA, o maior país imperialista do planeta e epicentro da crise, a pobreza chega a níveis recordes. São 46,2 milhões de pobres (pessoas com rendimentos anuais inferiores a 11.139 dólares ou 22.314 para uma família de quatro pessoas). É o número mais alto desde 1952. O desemprego é o mais alto desde os anos 1980, acima dos 10%.

Na Europa, as economias das nações imperialistas estão estagnadas, à beira da recessão. Nas economias dos elos mais fracos da União Europeia, a degradação já é galopante. O Produto Interno Bruto da Grécia retrocedeu 7,3% no segundo trimestre de 2011, na comparação com o mesmo período de 2010. Em setembro o rendimento dos títulos de 2 anos da dívida pública da Grécia chegou a incríveis 55,76%. É reflexo do risco de 91%, calculado pelo banco Credit Suisse, de que o Estado grego não seja capaz de honrar seus compromissos financeiros.

No dia 14 de setembro foi realizada uma teleconferência de emergência entre o primeiro-ministro "socialista" da Grécia, George Papandreou, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza