Verdade e Justiça

A- A A+

A presidenta Dilma Rousseff acaba de promulgar duas leis que, durante o anterior governo criaram imensa polêmica e não conseguiram passar daí: a Lei de acesso à informação pública e a que cria a Comissão de Verdade.

Não sou daqueles que acham, que isso ou nada é a mesma coisa. Não! Sinto que este é um pequeno passo, que se tornará ilusório e inútil, se parar por aí. A abertura dos arquivos secretos da ditadura militar e a Comissão da Verdade somente podem ter como objetivos dar a conhecer a verdade e aplicar a justiça. Lembro, porém, que nem a verdade será conhecida nem a justiça aplicada se os interessados estiverem à espera que alguém o faça por eles. Um Estado, mesmo revolucionário, o que não é o caso, tem tendência a entrar em vôo de cruzeiro, numa rotina burocrática ineficaz, se as forças mais ativas e conscientes da Nação não se mantiverem sempre despertas.

Há, no entanto, uma outra luta que é preciso retomar já, e digo retomar porque ela já existiu, que é a da anulação da Lei da Anistia de 1979. Pessoalmente, sempre fui contra essa Lei, na prisão e em liberdade.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja