Os países dominados podem ser independentes?

Na sua edição nº 84, A Nova Democracia publicou o artigo A crise acaba com o capitalismo?, de autoria de Adriano Benayon, articulista e membro do conselho editorial de nosso jornal. Consideramos que os escritos do professor Benayon refletem as ideias de um amplo e importante setor da sociedade e do povo brasileiro. Exatamente aquele formado pelos pequenos e médios proprietários, principalmente industriais, mas não somente, ademais de parte significativa da nossa intelectualidade.

Os interesses, aspirações e sentimento nacional destes se encontram em cruciais contradições com a dominação imperialista e seus sustentáculos dentro do país. Portanto, não só potencialmente, mas efetivamente expressam identidade e compromisso com a autêntica emancipação nacional, com uma democracia nova e com os anseios populares. Por isso, ainda que guardando divergências de fundo com a linha editorial do jornal, consideramos tratar-se de um importante debate, na base da construção da frente única democrática-popular-revolucionária.

Partindo da correta afirmação de que as crises do capitalismo não conduzem ao seu fim por si mesmas, acresceríamos ainda, por mais profundas e agudas que possam chegar a ser, e que esse sistema precisa ser substituído, no referido artigo o professor Benayon propõe um modelo alternativo.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro