Mapa da violência no campo na América Latina

A- A A+

Na última edição de AND, apresentamos um mapa da concentração da terra na América Latina. Nesta edição mostramos como esse quadro tem como consequência direta a violência contra os camponeses pobres e indígenas.

Argentina

Não existem dados oficiais sobre a violência no campo. Segundo pesquisadores da Universidade de Buenos Aires, entre 2002 e 2009 houve 93 casos de violência contra camponeses, sendo 13 assassinatos e 59 feridos, que envolvem a luta de seis mil famílias camponesas e indígenas por 1 milhão de hectares. Mais de 50% dos conflitos envolvem camponeses e indígenas de um lado e empresas privadas do outro. Em geral, as empresas são mineradoras e extrativistas interessadas nas últimas parcelas do território argentino ricos em biodiversidade.

Em Santiago del Estero, noroeste do país, há 500 lideranças camponesas processadas, e em Neuquén, no sul, 250 lideranças mapuches estão na mesma situação.

Bolívia

Na Bolívia também não existem dados oficiais, mas os massacres ocorridos nos últimos anos revelam a gravidade da situação.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja