Greves em todo o mundo mostram a força do proletariado

A- A A+

Os monopólios reivindicam junto às administrações dos Estados imperialistas e junto às gerências das semicolônias carta branca para aumentar a exploração dos trabalhadores, a fim de manterem suas taxas de lucro, no que seus lacaios se apressam a expedir salvo-condutos para o achacamento das massas proletárias por parte dos capitalistas em apuros.

No Brasil, por exemplo, onde a gerência petista insiste em afirmar que não há crise, o processo de desindustrialização se agrava e a produção está estagnada desde o ano passado. Só neste início de 2012 já foram mais de 1.700 operários mandados embora das fábricas das principais zonas industriais do país, como o ABC paulista e a Zona Franca de Manaus, segundo levantamentos preliminares de organizações sindicais.

Só a transnacional ianque General Motors colocou 800 trabalhadores no olho da rua nos últimos três meses.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza