França e Grécia: pá de cal nas eleições burguesas

A- A A+

http://www.anovademocracia.com.br/90/16-b.jpg

A realização de mais uma rodada de farsescos sufrágios na Europa ora assolada pela "crise da dívida" evidencia, talvez mais do que nunca, que a eleição sob a égide da burguesia, não obstante classificada com entusiasmo pelos propagandistas do sistema de exploração do homem pelo homem como "festa da democracia" até bem pouco tempo atrás, é por natureza viciada. Algo que expressa apenas a vontade do poder econômico, antes e em vez da "vontade do povo".

Isso porque as farsas eleitorais realizadas em maio na França e na Grécia atestam que, à medida que a crise geral se aprofunda, os Estados geridos por funcionários dos monopólios eleitos "democraticamente" pela via do sufrágio burguês se concentram cada vez mais em atender às demandas da burguesia e dos financistas por maior margem de manobra em sua busca desesperada por alguma sobrevida.

Em outras palavras: a eleição do "socialista" François Hollande na França e da "esquerda" na Grécia mostram, de uma vez por todas, que não importa a coloração política de quem se apresenta pedindo votos às massas; não é relevante que as forças políticas que aderem ao jogo partidário da democracia parlamentar eventualmente se apresentem, durante o teatro eleitoreiro, como contrapontos à situação ou ao statusquo; de nada adianta as promessas mil de melhorias das condições gerais de vida dos trabalhadores feitas à população diante das câmeras enquanto se assinam acordos nos bastidores com os maiores inimigos do povo.

Independentemente do resultado das urnas, as políticas antipovo vão continuar a ser implementadas a partir de Atenas e Paris da mesma forma como eram antes, como ora o são de maneira impiedosa nas nações europeias "governadas" pelas mais variadas facções eleitoreiras que se acotovelam para conquistar a preferência dos monopólios para executarem o trabalho sujo nas administrações dos Estados burgueses.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja