Luta dos povos indígenas

A- A A+

Assassinos de cacique vão para a cadeia

Montezuma Cruz

http://www.anovademocracia.com.br/92/09d.jpg

Massacrado e morto. O cadáver sumiu em novembro do ano passado. A Polícia Federal prendeu, no dia 15 de junho, dez pessoas suspeitas da morte e do desaparecimento do corpo do cacique guarani Nísio Gomes, 59 anos, líder do Acampamento Guayviry, no município de Aral Moreira, a 402 quilômetros de Campo Grande (MS), na faixa de fronteira com o Paraguai.

Com a reabertura do inquérito, por determinação do Ministério Público Federal, espera-se a confirmação da versão indígena, segundo a qual o cacique foi ferido e depois retirado à força do local do crime.  O grupo invasor era formado por cerca de 30 homens armados, todos encapuzados, no estilo Ku-Klux-Klan.

Entre os presos pela PF durante operação especial naquela região, está o policial militar aposentado Aurelino Arce, 47 anos, dono da Gaspen Segurança. A empresa dele, com sede em Dourados, teria sido contratada por fazendeiros para comandar um bando de jagunços que invadiu o acampamento guarani no dia 17 de novembro.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja