No palco da música

Depois de uma carreira bem sucedida de bailarina e atriz, a pernambucana Mônica Feijó decidiu dedicar-se totalmente à música. De volta ao seu estado de origem, depois de anos no Rio de Janeiro, Mônica desenvolve um trabalho que envolve o regionalismo, mas que define como 'urbano e contemporâneo'. Viajando pelo Brasil com um show comemorativo dos seus 15 anos de carreira solo, ela se prepara também para lançar seu quarto disco.

— Sou uma artista independente com um histórico bem extenso. Até brinco nos meus shows dizendo que o palco é minha segunda casa. Comecei como bailarina, depois estudei teatro no Rio de Janeiro e lá participei de trabalhos no teatro, cinema e televisão. Trabalhei em muitos musicais, por exemplo, o Estrela Dalva, com a Marília Pêra, e o Teatro musical brasileiro, do Antônio Martinez Correia — conta Mônica.

— Também tenho um trabalho de locutora muito forte, sou a voz do ministério da educação há nove anos e a voz de chamadas de voos em vinte e sete aeroportos do Brasil, em toda a região Nordeste e parte do Norte. Mas, ser cantora acabou tornando-se meu foco. Acredito que acumulei experiências como artista e isso se reflete no palco em que me apresento hoje. Uma coisa acaba ajudando a outra — continua.

Com vinte anos de carreira e quinze de carreira solo, Mônica se considera uma artista contemporânea nordestina.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza