Operário denuncia tortura na CPI do tráfico de pessoas

http://www.anovademocracia.com.br/95/08c.jpg
Raimundo depõe na CPI do tráfico de pessoas

No dia 21 de agosto, o operário Raimundo Braga de Souza denunciou a prisão e as torturas sofridas por ele e por outros operários na obra da usina hidrelétrica de Jirau, Rondônia, em audiência pública da CPI sobre o tráfico de pessoas no Brasil, realizada Câmara dos Deputados, em Brasília.

Segundo o deputado Arnaldo Jordy (PPS/PA), presidente da CPI, "muitos trabalhadores foram levados para as obras de Rondônia por empresas terceirizadas ou ‘gatos’, que são aquelas pessoas conhecidas por agir de má-fé, conduzindo centenas e até milhares de trabalhadores para situações em que passam a ser vítimas de exploração. No caso dos canteiros de obras das usinas hidroelétricas de Jirau e Santo Antônio, essa situação se tornou a regra".

Raimundo Braga de Souza declarou ter sido espancado dentro da obra da usina hidrelétrica de Jirau por conta da suposta participação em uma greve realizada em março/abril desse ano. Sem provas de sua participação no crime, Raimundo foi absolvido pela justiça. "Eles [os policiais] queriam que eu confessasse algo que não fiz e que apontasse quem teria feito aquilo", disse referindo-se ao incêndio. Durante a audiência na Câmara, diversos deputados manifestaram apoio ao operário, que até hoje não conseguiu reaver seus documentos, provavelmente queimados no incêndio.

O secretário de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia, Marcelo Nascimento Bessa, esteve presente na audiência e não foi capaz de responder acerca do paradeiro dos 13 operários tidos como "desaparecidos" durante a greve.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro