Pontal do Paranapanema: luta pela terra no regime militar faz 45 anos

A- A A+
http://anovademocracia.com.br/98/11-a-gauchao.jpg
Edmur Péricles Camargo, o Gauchão, ousou enfrentar os jagunços de Zé Dico

Completou 45 anos, este mês, a primeira reação armada ao regime militar instaurado em 1964. Na madrugada de 23 para 24 de setembro de 1967, o militante da Aliança Libertadora Nacional (ALN), Edmur Péricles Camargo, justiçou o fazendeiro José Gonçalves da Conceição, o Zé Dico, na sede da Fazenda Bandeirante, em Presidente Epitácio (SP), região do Pontal do Paranapanema, a 457 km de São Paulo, na divisa com o velho Estado de Mato Grosso.

Camargo, o Gauchão (apelido ganho durante o tempo em que militou na "Tribuna Gaúcha", órgão do Partido Comunista do Brasil em Porto Alegre de 1945 a 1947), foi capturado e morto na Argentina, em 1975, depois de ser dedurado por informantes na caça aos opositores do regime militar.

Antes de chegar ao Pontal, ele havia liderado canavieiros em Porecatu (PR). A partir da resistência da ALN teve início a luta pela terra no Pontal do Paranapanema, abrindo caminho para a retomada de áreas devolutas fartamente distribuídas durante os anos 1950 a fazendeiros paulistas, durante o governo de Adhemar de Barros.

Nos anos 1980, um braço do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra chegou àquela região, ocupando latifúndios. Só então o Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) desapropriaram algumas áreas e assentaram famílias.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja