Ações dos Comitês de Boicote à Farsa Eleitoral

A- A A+
Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

O surgimento e a multiplicação dos Comitês de Boicote à Farsa Eleitoral representam uma importante vitória da luta popular em nosso país. Debates, agitações, grafites nos muros e as mais diversas ações foram decisivos para esclarecer e elevar a consciência de muitos dentre os 35 milhões que boicotaram ativamente, se abstiveram de votar, anularam o voto ou votaram em branco em todo o país. Publicamos aqui alguns relatos enviados pelos comitês à redação de AND.

Panfletagem em Curitiba

Em 21 de setembro membros do comitê de apoio ao A Nova Democracia e do Movimento Estudantil Popular Revolucionário, estudantes universitários e secundaristas, realizaram um debate sobre as eleições e fundaram o Comitê de Boicote à Farsa Eleitoral de Curitiba - PR.

Já no dia seguinte o Comitê realizou sua primeira ação: uma panfletagem no local conhecido como Boca Maldita, no centro de Curitiba, local onde se aglomeram toda a sorte de oportunistas e cabos eleitorais. A cada panfleto entregue eram pedidas contribuições para que o Comitê pudesse sustentar-se. Diversas pessoas pararam para conhecer o movimento e manifestar seu apoio.

Edições antigas de A Nova Democracia foram distribuídas e vendidas como parte da campanha de finanças do Comitê.

Com o término das eleições o Comitê pretende continuar seu trabalho percorrendo as periferias e bairros pobres de Curitiba realizando atividades de propaganda.

Agitação em São Paulo

Em São Paulo, na véspera das eleições, o Comitê de Boicote à Farsa Eleitoral realizou uma agitação na Estação Belém do Metrô, ao lado da fábrica da Fame, onde se concentram um grande número de operários e moradores da Zona Leste.

Durante a atividade, populares chegaram a gritar e aplaudir, outros acenavam ou confirmavam com a cabeça dizendo: É isso aí! Bota pra quebrar!

Comitê convoca boicote em BH

A Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo realizou uma agitação em 5 de outubro no centro de Belo Horizonte e distribuiu milhares de exemplares de um manifesto convocando o povo a não votar. A Frente é umas das forças que compõem o comitê de Boicote à Farsa Eleitoral na capital mineira. Com o apoio de um carro de som, dirigindo-se aos trabalhadores, trabalhadoras, estudantes, a todo o povo de Belo Horizonte, A Frente Revolucionária convocou o povo para organizar-se e lutar.

O manifesto esclarecia a população sobre o caráter de classe das frações do partido único que disputavam as eleições, desmascarava os oportunistas e expunha um Programa de Transformações Revolucionárias para o Brasil com as tarefas da Revolução de Nova Democracia ininterrupta ao Socialismo.

Colagem de cartazes no Rio de Janeiro

Às vésperas do dia 7 de outubro, o Comitê de Boicote à Farsa Eleitoral do Rio de Janeiro realizou atividades de propaganda pela cidade. No Centro, centenas de cartazes com os dizeres ‘Não vote! Viva a revolução!’ foram colados em diversos muros. Na manhã do dia 6, milhares de panfletos foram distribuídos em Ramos, na zona Norte, para os moradores do bairro e do Complexo do Alemão.

Grafites do Coletivo Bagaceiro em Recife

Nos muros de Recife podem ser vistos grafites feitos pelo Coletivo Cultural Bagaceiro convocando a população a boicotar a farsa eleitoral.

Debate em Goiânia

O Núcleo de Direitos Humanos (NDH) da UFG, em parceria com o Comitê contra a Farsa Eleitoral e com o Programa de Mestrado em Ciências Políticas da UFG promoveu um Ciclo de Debates com professores e estudantes no dia 27 de setembro no Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFG, com o tema: Voto Nulo – Crise de Participação ou Representação?

Segundo o Comitê de Apoio, cerca de 130 pessoas participaram do Ciclo de Debates.


Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja