Norte de Minas: Propaganda na universidade celebrando o 8 de março

Norte de Minas: Propaganda na universidade celebrando o 8 de março

Print Friendly, PDF & Email

No dia 11 de março, ativistas do Movimento Feminino Popular (MFP), juntas de membros do Comitê de Apoio à luta pela terra realizaram uma intensa propaganda em celebração ao Dia Internacional da Mulher Trabalhadora na Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). 

Os ativistas passaram em cerca de dez turmas dos cursos de Pedagogia, licenciatura em História e Letras/Português, expondo a linha classista sobre a origem e importância histórica do 8 de março e a respeito da luta pela emancipação da mulher como parte do programa da Revolução Democrática ininterrupta ao Socialismo em nosso país. 

Centenas de panfletos foram distribuídos durante a atividade e a propaganda do movimento foi muito bem recebida. Em várias turmas os ativistas foram aplaudidos, vários estudantes e professores saudaram a iniciativa e fizeram várias perguntas a respeito da forma de organização e os locais de atuação do movimento e sobre as diferenças entre o MFP e os movimentos “feministas”

Ativistas do MFP distribuem panfletos nas salas da universidade. Foto: Comitê de Apoio ao AND do Norte de Minas

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: