Índia: Para manter Saibaba isolado, governo acusa médicos de ‘simpatia com o maoismo’

A- A A+
Pin It

Funcionários do governo acusam os médicos do professor GN Saibaba – importante intelectual e professor universitário preso por motivações políticas – de terem “simpatia” com o Partido Comunista da Índia (Maoista). Saibaba está preso na cadeia de Nagpur, condenado à prisão perpétua, por suposto vínculo, nunca comprovado, com os maoistas.

Os médicos acusados são o geriatra Dr. Haji Bhatti, o neurologista Dr. Prasad e o cardiologista Dr. Gopinath. Segundo a agência TNN, eles visitaram Saibaba no dia 17 de dezembro e atestaram que o estado de saúde dele é grave e confirmaram que seu quadro agravou-se por conta da falta de atendimento médico e de espaço adequado, já que Saibaba tem 90% do corpo paralisado e depende de cadeiras de rodas.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja