Índia: EGPL executa dois espiões policiais

A- A A+
Pin It

O Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL), dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Maoista), executaram dois informantes policiais no distrito de Bihar, no dia 16 de janeiro.  A notícia foi veiculada pelo portal Dazibao Rojo. 

Uma unidade do EGPL com cerca de 25 combatentes revolucionários, entre eles várias mulheres, adentraram o povoado de Garurbad e prenderam o secretário Kacheri e seu vizinho, de 40 e 38 anos, respectivamente. Os dois foram acusados de crimes contra o povo, como informantes das forças de repressão. Eles foram executados após serem submetidos e condenados por um tribunal popular revolucionário.

Os maoistas deixaram o povoado com uma imensa pichação em vermelho que dizia: O castigo por ser informante da polícia é a morte.


Edição impressa

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja