Bolsonaro quer dar perdão bilionário ao latifúndio

A- A A+


Foto: José Cruz/Agência Brasil

Bolsonaro quer dar um perdão bilionário para latifundiários do agronegócio, segundo denunciou a revista Carta Capital, em fevereiro. Segundo a revista, “ruralistas aguardam a promessa do presidente de perdoar o total das dívidas do setor com o chamado Funrural”.

O Funrural é um dos poucos impostos que taxam a comercialização dos produtos agrícolas para a contribuição da Previdência. O total da taxação, que não ultrapassa o valor de 2% sobre a receita bruta da comercialização, tem sido alvo de críticas dos latifundiários, classe não satisfeita com a imensa isenção fiscal de que goza.

“Estamos juntos nessa briga contra o Funrural.”, disse o então deputado federal e já pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro em dezembro de 2017, recordou a Carta Capital.

A dívida dos latifundiários do agronegócio alcançam a cifra de R$ 15,3 bilhões, de acordo com a Receita Federal. Os maiores devedores são os frigoríficos (latifúndio agropecuarista) e companhias monopolistas de alimentos. Destes, não poucos são acusados de crimes como lavagem de dinheiro e desvio de dinheiro público, conforme denunciou a revista citada.

O perdão bilionário de Bolsonaro aos latifundiários também seria um duro golpe em sua retórica de “união nacional”, pois este valor que deve o agronegócio seria justamente destinado à Previdência Social que, segundo o governo, está precisando de recursos. Pelo menos, este é o discurso que Bolsonaro usa para atacar a Previdência Social e pisotear os direitos do povo.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza