SP: Trabalhadores protestam contra a decisão da Ford de fechar fábrica

A- A A+

Após a decisão de que a montadora Ford, de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, fecharia as portas, os operários da fábrica se reuniram em protesto na manhã de 7 de março. A passeata saiu da sede do Sindicatos dos Metalúrgicos do ABC e foi até a praça da Matriz.

“Enquanto eles se reúnem lá, nós nos mobilizamos aqui. Não aceitaremos essa decisão unilateral da empresa, que vai deixar mais de 4 mil famílias sem emprego, além de impactar toda uma cadeia com mais de 15 mil postos de trabalho. Vamos nos manter unidos e em protesto até a Ford dizer que fica.”, disse, em nota, o secretário-geral do sindicato, Aroaldo Oliveira.

Uma comitiva da instituição ainda planeja se reunir com a direção mundial da Ford no USA, a fim de discutir o futuro dos funcionários. A expectativa é que 27 mil pessoas percam seus empregos (2,8 mil funcionários da Ford, 1,5 mil terceirizados, além de 22,5 mil de setores relacionados).

Os comerciantes do entorno da montadora afirmam já sentir os reflexos negativos do anúncio feito pela empresa.

Este fato faz recordar o peso do caráter semicolonial do país, cuja economia nacional, capitalista burocrática, é dominada pelas transnacionais, principalmente do USA; grandes empresas que migram ao país, retiram as matérias-primas e exploram a força de trabalho barata, com isenção fiscal e todo tipo de benesses do velho Estado.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza