Rebelião popular volta a sacudir a França no 18º fim de semana consecutivo

A- A A+

Foto: Philippe Wojazer/Reuters

O último dia 16 de março foi marcado por novas e violentas rebeliões populares durante o 18º final de semana consecutivo de manifestações dos chamados "coletes amarelos" em Paris, capital da França. Desta vez, a polícia do reacionário Emmanuel Macron prendeu cerca de 240 manifestantes e feriu mais de 40. Dezessete agentes de repressão também se feriram, segundo informações da imprensa francesa.

Durante os protestos, além dos confrontos com a polícia, grandes lojas foram alvos da fúrias dos manifestantes, entre elas o restaurante “Fouquet’s”, conhecido por ser frequentado por milionários e famosos, e uma loja de bolsas caras. Pedras e coquetéis molotov foram lançados e os manifestantes picharam nas ruas a frase "Morte aos ricos".

Entre as inúmeras reivindicações, as principais estão relacionadas aos aumentos de impostos e a queda dos salários dos trabalhadores, sendo que o aumento dos preços dos combustíveis foi o estopim para o início dos atos meses atrás.

A nova rebelião popular causou pânico nas "autoridades". Na próxima terça, 19 de março, os ministros do Interior, Christophe Castaner, e da Economia, Bruno Le Maire, serão ouvidos em comissões no Senado que irão discutir a violência nos protestos.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza