Denúncia grave: Liderança do MAB e familiares são assassinados no Pará

A- A A+
Pin It

No último dia 22 de março, recebemos na Redação de AND a notícia do assassinato de Dilma Ferreira Silva, coordenadora regional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) da região de Tucuruí, no Pará. Além de Dilma, seu marido e outro familiar também foram assassinados.

Segundo informações veiculadas por órgãos de imprensa popular, os três foram mortos a tiros por dois sujeitos que foram a pé ao assentamento Renato Lima, localizado no Km 50 da Rodovia Transcametá, na região do baixo rio Tocantes, município de Baião.

O MAB informou que “ainda não sabe ao certo o número de pessoas assassinadas e nem os motivos do crime” e que o mesmo se configura como “mais um momento triste para a história dos atingidos por barragens que no dia de hoje celebravam o dia internacional da água”.

Conclui o movimento: "O MAB exige das autoridades a apuração rápida deste crime e medidas de segurança para os atingidos por barragens em todo o Brasil".

Em breve traremos mais informações sobre o caso.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja