1500 acordos firmados entre Samarco e pescadores vítimas da tragédia de Mariana são modificados durante recesso judicial de fim de ano

A- A A+

Reproduzimos nota de Leonardo Aguiar - lacomunica.com.br


Pescadores afetados pretendem fazer protestos nos próximos dias contra a decisão

Três anos após a tragédia de Mariana, o descaso em relação às indenizações das vítimas parece não ter fim. Cerca de 1500 acordos entre a Renova e os pescadores foram modificados por decisão judicial da 12ª Vara Federal de Minas Gerais, durante o recesso judicial de fim de ano (27/12), e sem que nenhum dos pescadores interessados fosse ouvido. Isso porque depois de formalizar e assinar os acordos desde janeiro de 2018, a Samarco vinha pedindo à justiça a modificação do que havia se comprometido a pagar aos pescadores.

Uma dessas compensações se referia ao auxílio financeiro – espécie de pagamento mensal a cada família pela perda em suas atividades econômicas – que agora vai ser descontado das indenizações, contrariando o que fora acordado. “Com essa mudança, não somente os 1500 acordos já realizados devem ser afetados, mas todos os outros quase 7500 que aguardam na fila, levando o caso a se arrastar por mais longos anos na justiça”, ressaltou Leonardo Amarante, advogado representante das Colônias e da Federação, que reúnem, juntas, cerca de 9 mil pescadores afetados no Espírito Santo e em Minas Gerais. “Obviamente vamos recorrer dessa decisão”, complementou o representante dos pescadores.

A tragédia de Mariana completou três anos em novembro de 2018 e deixou 19 mortos, cidades inteiras destruídas e perda de biodiversidade sem precedentes.

Mariana (MG), novembro de 2015. Foto: Reprodução/Internet

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza