Argentina em Greve Geral contra as políticas de Maurício Macri

A- A A+

Foto: Juan Mabromata/AFP

Nesta terça-feira, 30 de abril, véspera do Dia Internacional dos Trabalhadores, a Argentina amanheceu em Greve Geral de 24 horas contra o programa de austeridade da gerência Maurício Macri.

Uma grande marcha está sendo realizada na capital Buenos Aires convocada pelas principais centrais sindicais, mesmo com as ameaças de multas e sanções por parte de Macri. "Este dia é um Não à política da fome", afirmam os grevistas.

Em Rosário, um dos maiores núcleos agro-exportadores do mundo, os portos foram paralisados e sem acesso de caminhões e de navios graneleiros. Já na ponte La Noria, um acesso a Buenos Aires, organizações populares realizaram um piquete incendiando uma barricada de pneus.

Na capital, seis linhas de metrô pararam e, das 390 linhas que compõem a rede de ônibus, pelo menos 80 participam da greve. Além disso, voos foram cancelados entre o Brasil e a Argentina.

Segundo as primeiras informações veiculadas na imprensa, cerca de 20 pessoas - 17 homens e três mulheres - foram presas quando participavam de uma manifestação. 

Esta Greve Geral ocorre um momento em que o desemprego (9,1% segundo dados do fim de 2018), a inflação (1,8% no acumulado do primeiro trimestre e de 54,7% anualizada) e a pobreza atingem índices alarmantes. 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza