AP: Trabalhadores e usuários de hospital realizam ato contra precarização

A- A A+

Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Na manhã do dia 26 de abril, usuários e trabalhadores do Hospital de Emergência (HE) de Macapá realizaram mais um ato contra a precarização do único pronto-socorro adulto do Amapá. Os usuários denunciam falta de medicamentos, demora para realização de cirurgias e falta de manutenção nos equipamentos, enquanto os trabalhadores denunciam precárias condições de trabalho.

O trabalhador Raimundo Nonato, morador de Oiapoque, distante cerca de 600 quilômetros de Macapá, está há cerca de 16 dias internado no HE. Mesmo com fortes dores no braço imobilizado, não há qualquer previsão para realização da sua cirurgia devido à falta de materiais, medicamentos e manutenção nos demais equipamentos. Mesmo com as dores, Raimundo estava junto com outros pacientes e trabalhadores denunciando a precarização do HE.

Vários procedimentos médicos não estão sendo realizados por conta dessa situação, enquanto outros são realizados apenas quando os pacientes compram e levam os materiais até a unidade de saúde. “Estou há 16 dias aqui para tirar um parafuso do meu braço e até hoje nunca resolveram a minha situação. E meu braço está ficando cada vez pior e não estou aguentando mais. Atadura sou eu que compro, o remédio eu compro. Tudo eu compro na farmácia, por um valor caro", denuncia o trabalhador.

Foto: Emerson Ramos/Arquivo pessoal

Na manhã do dia 23 de abril foi realizado o primeiro ato de denuncia contra essa precarização que pode, em muitos casos, ocasionar a morte dos pacientes. Durante o ato, a direção do HE afirmou que um dos equipamentos chegaria no dia seguinte na unidade de saúde, fato que não aconteceu, denuncia. “Eu falei com o diretor do hospital e ele me falou que ia chegar essa semana, mas não chegou. A gente quer que as autoridades compareçam aqui e nos deem uma resposta, porque da ultima vez que falaram nada aconteceu”.

No HE, as atuais condições estão insustentáveis, seja pela superlotação da unidade, seja pela falta de materiais para os pacientes e principalmente pela falta de estrutura do espaço, conforme já denunciado em Trabalhadores do Samu denunciam precarizacão. “Hoje a clínica cirúrgica tem 30 leitos, mas a quantidade de pacientes que estão lá é 105. Ou seja, é paciente no chão, no banco, na cadeira, em maca. As macas estão todas retidas porque a gente não tem onde colocar as pessoas”, denuncia a técnica em enfermagem Elziane Reis.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza