RJ: Estudantes protestam em frente ao Colégio Militar contra Bolsonaro e os cortes na educação

A- A A+
Pin It

Faixa do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR). Foto: Reprodução/Twitter

Nesta segunda-feira, 6 de maio, milhares de estudantes de várias escolas protestaram em frente ao Colégio Militar, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, onde o fascista Jair Bolsonaro participava de uma cerimônia pela passagem dos 130 anos da instituição. A manifestação, além de denunciar as inúmeras medidas antipovo do governo Bolsonaro - tutelado pelo Alto Comando das Forças Armadas -, teve como foco principal o criminoso corte de 30% das universidades e institutos federais.

Além de Bolsonaro, estiveram presentes na cerimônia do Colégio Militar outros inimigos do povo como o gerente estadual Wilson Witzel e o gerente municipal Marcelo Crivella. 

O protesto, que bloqueou a Rua São Francisco Xavier, contou com a participação de estudantes do Colégio Pedro II, do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFRJ), do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), da Fundação Osório, do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CAp-UFRJ), entre outros. Além disso, professores e pais de alunos marcaram presença apoiando a luta da juventude e levantando cartazes contra a "reforma" da Previdência.

Foto: Reprodução/Twitter

A reportagem de AND esteve presente e conversou com alguns manifestantes, como a estudante Maria Letícia de Souza, que denunciou.

— Esses cortes são um absurdo, um crime. Eles ainda têm a cara de pau de falar que fazemos balbúrdia e vandalismo, quando, na verdade, balbúrdia é o que esse governo faz com a educação. Querem destruir a educação, mas não iremos deixar, vamos pra rua protestar, panfletar e fazer o que for preciso.

Já um militante do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), uma das organizações presentes no protesto, foi enfático:

— Esse governo de generais do Bolsonaro vai pagar caro pelos crimes que vem comentando. A juventude é linha de frente na luta contra o fascismo e contra o golpe contrarrevolucionário preventivo que vem sendo levado a cabo pelas Forças Armadas no Brasil. Se querem guerra contra a educação, travaremos guerra em defesa dela. Não passarão! Precisamos nos organizar para barrar a 'reforma' da Previdência e os cortes na educação!

Manifestante levanta cartaz contra a "reforma" da Previdência. Foto: Delmiro Junior/Parceiro/Agência O Dia


Vídeo publicado pelo canal Jornalistas Livres.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja