Fascista Bolsonaro é vaiado no Maracanã em final da Copa América

A- A A+

Fascista e sua comitiva foram vaiados pelos torcedores. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

A final da Copa América entre Brasil e Peru, ocorrida no último domingo, dia 7 de julho, no estádio do Maracanã, foi marcada pelo rechaço dos torcedores brasileiros ao fascista Jair Bolsonaro, que foi vaiado pela multidão ao entrar no gramado com sua comitiva. Em meio ao grande repúdio que tem recebido pela população, Bolsonaro tem pateticamente aparecido em jogos de futebol para fazer populismo barato em torno de sua figura.

Poucos dias antes do jogo que terminou com a vitória da seleção brasileira por 3 a 1, o fascista havia dito que "O povo vai dizer se estamos certos ou não", em referência ao ministro Sérgio Moro e aos escândalos causados pelo vazamento dos áudios. E foi no Maracanã, ao lado de seu ministro da Justiça e outros asseclas, que Bolsonaro teve que engolir suas próprias palavras. 

Segundo o jornal Metrópoles, "as vaias a Bolsonaro irritaram o ministro [da Economia] Paulo Guedes, que, segundo informações do colunista do jornal O Globo, Ancelmo Gois, saiu cuspindo fogo do túnel de acesso ao campo do Maracanã". "Assim que a comitiva presidencial entrou no campo, uma vaia tomou conta do estádio. O ministro deu meia volta e saiu pelos corredores do Maracanã sem despedidas e com ar de pouquíssimos amigos", escreveu Ancelmo.

As vaias ao fascista se somam ao cada vez maior repúdio da população às suas políticas antipovo, como a famigerada "reforma" da Previdência. Segundo pesquisa divulgada pelo Datafolha no dia 8 de julho, chega a 33% o número de brasileiros que consideram seu trabalho ruim ou péssimo, número que se iguala aos que aprovam seu governo. Estes dados apontam que o governo de Bolsonaro e dos generais é a gerência em primeiro mandato com a pior avaliação desde Fernando Collor de Mello, em 1990.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja