AM: Polícia invade sindicato ‘a mando do Exército’ durante reunião de preparação de ato contra Bolsonaro

A- A A+

Policiais invadiram sindicato quando trabalhadores discutiam ato contra o fascista Bolsonaro. Foto: Reprodução/Sinteam

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) invadiu o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) durante uma reunião de organização de uma manifestação contra o governo de Bolsonaro e dos generais, em Manaus, na tarde do dia 23 de julho. Os agentes disseram que estavam ali “a mando do Exército Brasileiro”, segundo denunciou Cléber Ferreira, secretário de finanças do Sinteam.

Segundo denúncias veiculadas no jornal A Crítica, os três policiais envolvidos na ação estavam armados com fuzis e fizeram uma série de perguntas por cerca de 20 minutos. No momento, estavam presentes na reunião ativistas populares e trabalhadores. Os policiais perguntaram ainda “quem é a liderança?”.

O secretário de finanças Cléber Ferreira declarou para a imprensa: “Conversamos com eles [policiais] muito tranquilamente e deixamos claro que protestar é permitido no Brasil livre. E eles informaram que estavam ali cumprindo o papel deles”. E prosseguiu: “No momento que vivemos, com o governo que está aí, a presença da polícia dentro de uma entidade sindical é uma óbvia intimidação”.

Já a presidente do sindicato, Ana Cristina Rodrigues, disse que “é muito preocupante, porque o nosso direito de expressar fica cerceado”.

Tal operação ocorre em meio ao golpe militar contrarrevolucionário que vem sendo desenvolvido passo a passo no Brasil e ao processo de crescente tutela das Forças Armadas reacionárias às instituições e à sociedade em geral, com generais assumindo postos-chaves do governo e do velho Estado e com um fascista no cargo de presidente. Tal fato expressa, ainda, a destruição das liberdades e direitos democráticos.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza