RJ: Homem esquizofrênico é torturado com chicote no Chapadão

A- A A+
Pin It


Rapaz foi chicoteado com fios em uma sádica sessão de tortura na sua própria casa. Foto: Guadalupe News

Durante uma operação de guerra realizada no último dia 26 de julho, no Morro do Chapadão, Zona Norte do Rio de Janeiro, policiais militares invadiram uma residência e torturaram um homem que sofre de autismo e esquizofrenia, utilizando um fio como chicote. A denúncia foi levada ao Ministério Público do Rio de Janeiro pelo irmão do rapaz, que trabalhava no momento da tortura.

O homem torturado tem 34 anos e estava dormindo sozinho em casa quando os policiais invadiram sua residência, sem mandado de busca. O fato do rapaz sofrer com problemas mentais não sensibilizou nem impediu o sadismo dos torturadores.

"Estava tendo operação lá na comunidade e os policiais entraram para fazer a revista. Entraram em outras casas também. Quebraram várias coisas, revistaram a casa toda. Eu encontrei os fios usados na tortura no chão de casa", disse o irmão do homem torturado em entrevista ao jornal O Dia. Ambos não quiseram se identificar.

Os dois irmãos foram obrigados a fugir da favela, pois, segundo o irmão do rapaz torturado: "Eles pegaram todos os meus dados, documento, placa do meu carro. Eu estou com muito medo de algo acontecer, por isso saí de lá e estou morando longe da comunidade". Ele relatou ainda que o muro da residência foi destruído durante a operação.

Lógica de guerra: saques, humilhação, mortes e torturas

Esse não é um caso isolado e tampouco se limita ao Morro do Chapadão. No entanto, nessa região específica da cidade concentram-se os abusos e todo o ódio antipovo da Polícia Militar (PM), com rédeas soltas.

Em junho de 2018, durante uma operação da PM, uma moradora denunciou:

Uma viatura do Exército passou por mim e pelas meninas e jogou spray de pimenta na gente. Eu fui atrás do tenente e ele disse que eu devia ter pego o número da viatura. Mas como, se a gente estava coçando o olho? Estou com o gosto de pimenta na boca até agora. Eles esperam escurecer para fazer arruaça aqui dentro. É por isso que o Complexo do Alemão expulsou eles de lá e vai acontecer aqui também! — exclamou, em áudio enviado à Redação de AND à época.

Eles invadem a nossa casa impondo autoridade... Quando a gente pede o mandado, eles dizem: 'Quem são vocês para pedir mandado? A lei aqui somos nós! Cambada de vagabundas!', é do que a gente é chamada, do lado dos nossos filhos — indignou-se uma moradora do complexo que não quis identificar-se, em relato dado à Redação de AND em fevereiro de 2018. E prossegue:

Eles pegam tênis de marca e levam, humilham a gente dizendo que a gente não pode ter isso, sabão em pó de marca eles jogam no chão, entendeu? Coisas que eles acham que a gente não pode ter, porque é caro, eles levam. Eletrodoméstico, móvel, tudo. Assim é o cotidiano, sem ter nada e sem poder nada — desabafa.

Toda ação do velho Estado, no entanto, gera resistência e abre caminho para a tomada de consciência do proletariado nas favelas.

Nós é que somos fortes, de pouquinho em pouquinho a gente se une e abre os olhos para ver que isso que está lutando contra a gente é o velho Estado! Unido, o povo vai derrotar e mostrar quem é que manda na nossa terra — concluiu a moradora.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja