USA: Massacre chauvinista mata 22 pessoas e fere 24

A- A A+

No dia 3 de agosto, um homem de 21 anos entrou em uma loja do supermercado Walmart, no estado do Texas, USA, armado de uma AK-47 e atirou durante 20 minutos aleatoriamente contra as pessoas que circulavam no local, matando pelo menos 20 delas. A loja estava cheia de famílias que compravam material escolar para o início das aulas, assim como de pessoas querendo aproveitar o final de semana.

O assassino havia escrito um manifesto antes do massacre, que não foi divulgado pela polícia. Entretanto, os agentes revelam que o ataque teria sido um “potencial crime de ódio”. Entre os 26 feridos, estava um bebê de quatro meses de idade. El Paso, no Texas, é uma cidade predominantemente latina, com muitos imigrantes. 

Apesar das “autoridades” não esclarecerem o conteúdo do manifesto e nem justificarem o porquê de acharem que o tiroteio foi “potencialmente um crime de ódio”, o perfil no Twitter do assassino revela o uso de hashtags como “#ConstruaOMuro” (em referência à política chauvinista de Trump para impedir a entrada de imigrantes latido) e, de acordo com o jornal The Intercept, o conteúdo do “manifesto” vociferava contra uma suposta “invasão hispânica”, contra as “relações interraciais” e que isso era mais um motivo para “mandar eles de volta”.

A identidade do assassino com as ideias e propostas do atual presidente ianque, Donald Trump, é patente. Durante a campanha eleitoral, por exemplo, Trump afirmou: “Quando o México manda seu povo ao USA, ele manda pessoas que têm um monte de problemas e que trazem estes problemas para nós. Eles trazem as drogas, trazem o crime, são estupradores. E alguns deles, eu confesso, são boas pessoas. Eu iria construir um muro. E ninguém mais entraria ilegalmente. Eu faria o México pagar por isso”.

No período de 24 horas, outro tiroteio em massa aconteceu em Dayton, estado de Ohio, deixando 9 pessoas mortas e 27 feridas, em um bairro boêmio da cidade. As motivações do atirador ainda não são conhecidas.

Imagens de câmeras de segurança mostram o atirador identificado como Patrick Crusius, de 21 anos, durante ataque no supermercado Walmart, em El Paso, Texas. Foto: Courtesy of KTSM 9 / KTSM 9 news Channel/AFP

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira