RO: Juventude combatente dirige marcha de 13 de agosto em Porto Velho

A- A A+

Fotos: Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia - Porto Velho (RO) 

Protesto trouxe a pauta da defesa da defesa da Educação Pública às ruas, se posicionando contra a "reforma" da Previdência e o programa "Future-se".

Centenas de pessoas se concentraram na Praça das 3 Caixas D’água, em Porto Velho, Rondônia, na tarde de 13 de agosto, entre elas estudantes e professores da Universidade Federal de Rondônia (Unir) e do Instituto Federal de Rondônia (IFRO); professores da redes públicas estadual e municipal, pesquisadores da Fiocruz, aposentados e alguns dirigentes sindicais.

A convocatória da manifestação foi feita para mobilizar as categorias para denunciar o desmonte da Previdência pública e as medidas do governo de Bolsonaro e dos generais que visam atacar a Educação Pública brasileira, como os constantes cortes no orçamento público e com o anúncio do Programa "Future-se". Tal programa prevê a privatização de Universidades e Institutos Federais, e obrigará as instituições públicas a firmar contratos de gestão com "organizações sociais" (OS), cujas atividades seriam dirigidas ao ensino, à pesquisa científica, ao desenvolvimento tecnológico, à cultura etc. Tais OS irão receber repasse de recursos orçamentários públicos, cessão de servidores e permissão de uso de bens públicos.

O ato concentrou-se a partir das 16h e tinha previsão de sair às 17h. Contudo, em virtude da posição vacilante da Frente Brasil Popular e do Levante Popular da Juventude/UNE – que defendiam que o ato se concentrasse apenas na praça para que se revezassem nos seus discursos de “Lula Livre”, contrariando a proposição de seguir o percurso tradicional dos protestos –, ativistas do Comando Estudantil de Luta em Defesa da Educação Pública (CELDEP) e da Executiva Estadual de Estudantes de Pedagogia (ExROPe) convocaram os presentes a seguirem em ato pelas ruas da cidade.

Atropelando a tentativa de impedir a manifestação, a juventude organizou seu bloco combativo, que foi acompanhado pela massa presente. No ato também se denunciou o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS), a privatização dos Correios e a entrega das riquezas da nação pelo fascista Bolsonaro. Pautas locais também foram inseridas, como o precário sistema de transporte coletivo em Porto Velho e a famigerada cobrança de taxas e aluguel de espaços públicos que tramita nos Conselhos Superiores da Unir.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja