DF: Grupo fascista espanca grafiteiro em Ceilândia

A- A A+

Na noite do dia 17 de agosto, o grafiteiro Jhamau Sant’Anna foi espancado por um grupelho de fascistas denominado “Carecas do Brasil” numa região próxima à estação do metrô de Ceilândia Norte, um bairro da região administrativa de Ceilândia, no Distrito Federal. De acordo com informações da página Graffiti Brasília, o mesmo era um dos organizadores do evento “Antifascismo pela Liberdade Consciente”, que ocorreria no dia seguinte ao ataque, em locais que foram pichados por esse mesmo grupo fascista.

Em reportagem noticiada pelo jornal televisivo DF 2, do monopólio da imprensa, foi informado que o referido grupo de extrema-direita foi responsável também pelo espancamento de outras duas pessoas (um nordestino e um homossexual) e, nas duas ações, além dos espancamentos, o grupo realizou pichações de cunho racista nos muros próximos ao local, além de desenharem símbolos nazistas.

Ainda segundo informações postadas na página “Graffiti Brasília”, o pai de Jhamau, em contato por telefone com amigos do grafiteiro, informou que o filho ainda se encontrava internado em UTI, hospital não informado. 

De acordo com avaliação do médico neurocirurgião, o mesmo não vai precisar passar por nenhum tipo de cirurgia no crânio, restando aguardar a avaliação do clínico-geral para saber quanto tempo terá de ficar em internação. 

Em decorrência dos acontecimentos, o evento “Antifascismo pela Liberdade Consciente” foi adiado em solidariedade ao grafiteiro Jhamau. Esse evento visa realizar um mutirão de produção de grafites cobrindo os locais que foram alvos das pichações do grupo “Carecas do Brasil”, que tem atuado em regiões de Ceilândia e outras cidades da periferia de Brasília.

Foto: Reprodução

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza