RJ: Polícia lança artefato explosivo contra a Cidade de Deus

A- A A+

Foto: Reprodução

Em mais um dia de terror policial na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, no último dia 20 de agosto, uma moradora filmou um helicóptero da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, lançando um artefato explosivo no meio da comunidade. Ao fundo, a moradora exclama: “Olha lá, ele jogou a granada! Meu Deus, eles são miseráveis”.

A princípio foram divulgadas denúncias de que o artefato seria uma granada, porém informações divulgadas na imprensa apontam que era uma bomba de efeito moral. A polícia tentou justificar sua ação como necessária para o combate ao tráfico de drogas no local, na costumeira desculpa usada para as operações genocidas nas favelas e bairros pobres do Rio.

Leia também: Wilson Witzel: miliciano, terrorista e assassino!

Nas redes sociais, muitos moradores denunciaram mais uma manhã de pânico causado pelas tropas do governador Witzel, o mesmo que havia falado em "mandar um míssil" na Cidade de Deus num discurso feito em junho.

A população local relatou ainda que muitos trabalhadores foram acordados pelos tiros e alguns tiveram que sair de casa com helicóptero jogando bomba. 

"Perdemos o nosso direito de ir e vir, hoje você sai de casa e nem sabe se volta", disse um morador no Twitter.

“Enquanto o governador comemora uma ação fracassada pós-sequestro, a polícia bombardeia a Cidade de Deus de cima do helicóptero”, comentou Buba Aguiar, estudante de Ciências Sociais, numa rede social.


NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza